Ensino | Mestrados (2º ciclo) - Polo de Ponta Delgada


Ambiente, Saúde e Segurança

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Ambiente

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 41

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciaturas em Engenharia, Ciências Biológicas, Ciências da Terra, Física, Química, Economia e Gestão, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Colaboração interuniversitária

Em colaboração com a SGS Portugal.

 

Objetivos

a) Formar técnicos responsáveis pela qualidade, ambiente e prevenção de riscos laborais nas organizações, de forma a contribuir para a implementação de novos modelos de liderança empresarial;

b) Proporcionar, adicionalmente, a qualificação de Técnico Superior de Segurança e Higiene do Trabalho e de Auditor Interno de Segurança OHSAS 18001.

 

Saídas profissionais

a) técnicos responsáveis pela qualidade, ambiente e prevenção de riscos laborais;

b) técnico superior de segurança e higiene do trabalho;

c) Auditor interno de segurança OHSAS 18001.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Maria da Anunciação Mateus Ventura

Email: maria.am.ventura@uac.pt

Biodiversidade e Biotecnologia

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Biologia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares com o grau de licenciado ou habilitações legalmente equivalentes em Biologia, Biologia/Geologia, Engenharia do Ambiente, Ciências Agrárias, Biotecnologia, Microbiologia e áreas consideradas afins ou habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Desenvolver as competências gerais enquadráveis no perfil definido para o biólogo pela ordem profissional;

b) Formar técnicos/investigadores qualificados em biodiversidade e em biotecnologia;

c) Melhorar as competências ao nível (i) da classificação dos seres vivos, utilizando metodologias atuais; (ii) da análise dos processos microevolutivos e macroevolutivos; (iii) dos recursos genéticos e da genética populacional; (iv) das ferramentas utilizadas em biologia da conservação e em gestão ambiental; (v) dos estudos de modelação; (vi) dos processos moleculares envolvidos nas aplicações biotecnológicas; (vii) da utilização de recursos biológicos, como sejam os marinhos e as espécies auxiliares em proteção integrada.

 

Saídas profissionais

a) Desempenho de funções em áreas ligadas à Biodiversidade e Biotecnologia, seja em empresas seja na administração pública;

b) Autoemprego por via do empreendedorismo na identificação das potencialidades dos recursos biológicos para produção e comercialização numa base biotecnológica;

c) Investigador nas áreas da Biodiversidade e Biotecnologia.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: António Onofre Costa Miranda Soares

Email: antonio.oc.soares@uac.pt

Ciências Biomédicas

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Biologia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se à frequência do curso de mestrado alunos que possuam o seguinte perfil:

a) titulares do grau de licenciado nas áreas de Biologia, Medicina, Enfermagem, Farmácia, Análises Clínicas, Saúde pública, bem como de outras licenciaturas afins no âmbito das ciências da vida e da saúde;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Consolidar, aprofundar e atualizar os conhecimentos adquiridos ao nível de 1.º ciclo nos vários domínios das ciências biomédicas; b) Adquirir competências, nomeadamente laboratoriais, no domínio da biotecnologia aplicada à saúde; c) Adquirir uma base sólida para a  investigação e o empreendedorismo na área das Ciências Biomédicas.

 

Saídas profissionais

a) Diagnóstico laboratorial, em várias áreas especializadas (Biologia Molecular e Microbiologia); b) Desempenho de funções em empresas de Biotecnologia (no desenvolvimento de produtos com ação terapêutica), em empresas de consultoria na área da saúde humana, ou em empresas dedicadas às questões ambientais, incluindo o impacto do ambiente na saúde individual e pública; c) Investigador em Ciências Biomédicas ou áreas afins.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Nelson José de Oliveira Simões

Email: nelson.jo.simoes@uac.pt

Ciências Económicas e Empresariais

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Gestão e Economia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 60

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de licenciado em Gestão, Economia ou outra licenciatura considerada adequada para ingresso no ciclo de estudos;

b) candidatos detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Adquirir uma formação sólida e atualizada que permita a tomada de decisões eficazes em diferentes contextos e posições de gestão;

b) Saber recorrer a métodos e técnicas de gestão e/ou de economia que facilitem a utilização de conhecimentos de forma integrada na análise e resolução de problemas;

c) Desenvolver as capacidades de liderança, de tomada de decisão, e de comunicação oral e escrita necessárias à compreensão e avaliação de situações complexas.

 

Saídas profissionais

a) Gestão geral: diretor geral, administrador ou diretor de uma área funcional ou divisão;

b) Marketing: diretor de marketing, gestor de conta, gestor de produto e consultor de marketing;

c) Finanças: diretor financeiro, auditor, analista de projetos, técnico de controlo orçamental e avaliação de empresas);

d) Recursos humanos: diretor ou consultor de recursos humanos;

e) Economia e políticas públicas: autor de estudos e projetos de cariz macroeconómico e microeconómico, colaborador na delineação e avaliação de políticas públicas com impacto na economia.

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: Sandra Micaela Costa Dias Faria

Email: sandra.mc.faria@uac.pt

Educação e Formação

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área:

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 30

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) Titulares do grau de licenciado ou habilitações legalmente equivalentes, preferencialmente nas áreas das ciências da educação ou das ciências sociais e humanas;

b) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Conceber e liderar projetos de combate ao insucesso educativo em contextos escolares e não escolares;

b) Identificar, caracterizar e acompanhar crianças e jovens em situações de risco, promovendo eficazmente a sua inclusão social;

c) Conceber e liderar projetos educativos especialmente dirigidos à população menos jovem, numa perspetiva de educação e formação ao longo da vida. 

 

Saídas profissionais

a)  funções de direção, diagnóstico, conceção, coordenação, assessoria e avaliação, assim como funções pedagógicas, técnicas e de mediação, entre outras, no campo da educação e formação junto de organismos centrais e regionais de educação, autarquias, instituições particulares de solidariedade social e organizações não governamentais, entre outras.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Jorge Manuel Ávila de Lima

Email: jorge.ma.lima@uac.pt

Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Formação de Professores

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 35

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos os que satisfaçam cumulativamente as seguintes condições:

a) ser titular de licenciatura em Educação Básica ou habilitação académica superior e dos requisitos de créditos mínimos de formação em conformidade com as disposições legais em vigor;

b) ter um bom domínio da língua portuguesa, aferido mediante aprovação numa prova escrita eliminatória e numa entrevista oral.

Objetivos

a) Ser capaz de, após análise do contexto em presença, tomar decisões sobre as prioridades educativas a assegurar;

b) Conseguir organizar experiências educativas que integrem conhecimentos científicos das diferentes áreas, ajustando-se às especificidades individuais, interindividuais e multiculturais dos contextos, numa perspetiva inclusiva;

c) Saber gerir a progressão das aprendizagens, promovendo a participação, a autonomia, e o desenvolvimento de capacidades de identificação e resolução de problemas, bem como de organização, autorregulação e comunicação das aprendizagens;

d) Perspetivar a escola e a comunidade enquanto espaços de democracia em respeito pelas minorias, de educação para a saúde, o ambiente e o consumo, num quadro de valores e saberes culturais, científicos e tecnológicos.

e) Assumir uma atitude crítica e investigativa, conjugando os referentes teóricos com a cidadania democrática, tendo em vista a melhoria dos processos educativos;

f) Construir um projeto pessoal de formação e desenvolvimento profissional assente na reflexão, na investigação e na partilha de saberes e de experiências, pautando a sua ação por princípios deontológicos.

 

Saídas profissionais

a) Docente em Educação Pré-Escolar, no ensino público e privado;

b) Docente do 1.º Ciclo do Ensino Básico, no ensino público e privado.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Ana Isabel da Silva Santos

Email: ana.is.santos@uac.pt

Filosofia Contemporânea - Valores e Sociedade

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Filosofia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 15

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciaturas em Filosofia, Estudos Europeus e Política Internacional, História, Património Cultural, Sociologia, Comunicação Social e Cultura, Ensino Básico, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área de estudos do curso.

Objetivos

a) Receber formação avançada no âmbito dos estudos filosóficos;

b) Estar em condições de privilegiar e promover a reflexão sobre os desafios que a sociedade contemporânea coloca, especialmente ao nível da problematização dos valores;

c) Complementar a formação académica em Filosofia ou áreas afins, bem como nos demais domínios das Ciências Sociais e Humanas.

 

Saídas profissionais

a) Quadro superior da administração pública ou profissional numa entidade do setor privado;

b) Diplomata;

c) Assessor cultural.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Berta Maria Oliveira Pimentel Miúdo

Email: berta.mo.miudo@uac.pt

Filosofia para Crianças

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área:

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 30

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) Titulares de licenciaturas em Filosofia, Filosofia e Cultura Portuguesa, Educação Básica, Psicologia, outras licenciaturas em áreas afins que se ocupem profissionalmente em atividades nos domínios de Educação e Intervenção Social com crianças e jovens, ou de habilitações legalmente equivalentes.

b) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da Universidade dos Açores como atestando capacidade para a realização do mestrado e que demonstre experiência na área de estudos do curso.

Objetivos

a) Aprofundar o estudo da Filosofia para Crianças enquanto área filosófica;

b) Compreender as principais orientações do programa filosófico e educativo de Filosofia para Crianças, desde a sua génese até aos seus diversos modelos atuais.

c) Explorar os pressupostos filosóficos e a estrutura de uma “comunidade de investigação filosófica”, paradigma educativo e infraestrutura epistemológica da Filosofia para Crianças.

d) Promover o papel do educador nas comunidades de investigação filosófica enquanto facilitador que modela o rigor do discurso filosófico e introduz os utensílios conceptuais necessários à atividade dialógica do grupo.

e) Estabelecer uma articulação entre a Filosofia para Crianças e as áreas da Literatura para a Infância e das Expressões Artísticas, enquanto potenciais estímulos para a construção de diálogo em comunidade de investigação.

f) Compreender a Filosofia para Crianças como proposta filosófico-educativa para um modelo de cidadania comprometida e responsável, com impacto na formação integral do ser humano.

g) Promover o desenvolvimento de investigação académica autónoma e original no domínio filosófico da Filosofia para Crianças.

 

Saídas profissionais

Não obstante não assumir uma natureza profissionalizante, o curso de Mestrado visa dotar profissionais já formados com as ferramentas filosófico-educativas necessárias para a promoção de uma atitude ativa nos processos de formação de crianças e jovens. Neste contexto, dirige-se a um vasto conjunto de profissionais, permitindo uma abordagem alternativa aos tradicionais processos de ensino-aprendizagem e promovendo um acompanhamento efetivo da prática do pensamento filosófico com grupos de crianças.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Magda Eugénia Pinheiro Brandão Costa Carvalho Teixeira

Email: magda.ep.teixeira@uac.pt

Gestão de Empresas (MBA)

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Gestão

Duração: 3 trimestres + 2 semestres (120 ECTS)

Vagas: 25

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

titulares do grau de licenciado em Gestão, Economia ou outra licenciatura considerada adequada.

Objetivos

a) Ser capaz de, na qualidade de gestor, economista ou quadro superior, tomar decisões eficazes em diferentes em contextos e níveis hierárquicos de gestão;

b) Saber utilizar métodos, técnicas e instrumentos de gestão que facilitem a utilização de conhecimentos de forma integrada na análise e resolução de problemas de cariz empresarial;

c) Desenvolver as capacidades de liderança, de tomada de decisão, e de comunicação oral e escrita, necessárias à compreensão e avaliação de situações complexas.

 

Saídas profissionais

a) Gestão: diretor geral, assessor de administração, assessor de direção de qualquer área funcional ou divisão, consultor de gestão;

b) Marketing: diretor ou consultor  de marketing;

c) Finanças e controlo: diretor financeiro, assistente do diretor financeiro,  controller e analista de projetos;

d) Recursos humanos: diretor, assistente de diretor ou consultor de recursos humanos.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Pedro Miguel Silva Gonçalves Pimentel

Email: pedro.ms.pimentel@uac.pt

Gestão do Turismo Internacional

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Turismo

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 15

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de licenciado em Turismo, Gestão, Economia, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Formar pessoas qualificadas numa área fundamental para a economia regional: o turismo;

b) Fornecer formação para uma grande variedade de saídas profissionais em vários ramos de atividade turística;

c) Enriquecer o espírito empreendedor para alunos que desejam abrir os seus próprios negócios inovadores no setor do turismo;

d) Promover a articulação com as áreas nucleares da atividade formativa do DEG, nomeadamente as áreas da economia e da gestão, uma vez que contempla dois ramos de especialização nessas áreas, virados para o turismo, nomeadamente: a Gestão da Hospitalidade e a Gestão dos Destinos Turísticos;

e) Incentivar a investigação científica na área do turismo, de modo a criar uma área de excelência reconhecida internacionalmente;

f) Fomentar colaborações em redes com outras entidades regionais, nacionais e estrangeiras que operam na área do ensino de turismo, garantindo a maior mobilidade possível para os estudantes do curso.

 

Saídas profissionais

a) Gestão das empresas de alojamento turístico;

b) Gestão das empresas de animação turística;

c) Gestão das empresas de restauração e catering;

d) Gestão de organismos públicos do sector turístico, tais como: as Ministérios/Secretarias Regionais da Economia/Turismo, Direções Regionais do Turismo, Delegações de Turismo, Institutos de Turismo, Observatórios de Turismo e outros organismos públicos na área do turismo; i) Criação de novas empresas turísticas inovadoras;

j) Consultoria no domínio do turismo;

k) Consultoria nos domínios da hotelaria e da restauração;

l) Docência e Investigação nas áreas do turismo e da hotelaria/restauração.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Carlos Alberto Silva Melo Santos

Email: carlos.as.santos@uac.pt

História Insular e Atlântica (sécs. XV-XX)

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: História

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciatura ou equivalente legal, nacional ou estrangeiro, reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico da Universidade dos Açores, nas áreas de História, Património Cultural e Ciências Sociais e Humanas, em geral.

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da Universidade dos Açores como atestando a capacidade para a realização deste ciclo de estudos.

Objetivos

a) Desenvolver, numa perspetiva comparada e globalizante, uma visão mais abrangente do mundo europeísta, prolongado no mar, nos espaços de matriz cultural portuguesa e nas relações transatlânticas;

b) Aprofundar conhecimentos de forma a desenvolver competências avançadas no domínio da problematização, reflexão e análise historiográfica,

c) Dominar conceitos considerados fundamentais no âmbito da História Moderna e Contemporânea e nas áreas de problemáticas consideradas estratégicas no plano regional, nacional e internacional,

d) Desenvolver métodos e capacidade de trabalho individual e em equipa;

e) Consolidar um perfil científico essencial à frequência de qualquer curso de 3.º ciclo na área das Ciências Humanas e Sociais. 

 

Saídas profissionais

a) Investigação científica e exercício de funções, com eventual progressão na carreira, a nível de instituições ligadas à gestão cultural pública autárquica, a escolas, arquivos e museus, a gabinetes de consultadoria e assessoria, cargos de intervenção na identificação, valorização e divulgação da história e da cultura regionais e do mundo atlântico. 

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: Maria Margarida Mendonça Vaz Rego Machado

Email: maria.mm.machado@uac.pt

Ordenamento do Espaço Marítimo (Erasmus Mundus)

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Ordenamento do Território

Duração: 4 Semestres (120 ECTS)

Vagas: 30

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de grau de bacharel ou licenciado nas áreas de Arquitetura, Planeamento, Ciências Ambientais, Geografia, Engenharia, Economia e Ciências Políticas, Biologia, Direito, Tecnologias da Informação e Comunicação;

b) detentores de um currículo escolar ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para realização do mestrado;

É necessário em qualquer dos casos ser fluente na língua inglesa, detendo no mínimo o nível C1 do sistema de referência europeu de competências linguísticas.

Objetivos

a) Ser especialista em ordenamento do espaço marítimo;

b) Estar em condições de fazer um uso racional do espaço marítimo, de conciliar desenvolvimento e proteção do ambiente, e de concretizar objetivos sociais e económicos de forma planeada;

c) Ganhar um conhecimento integrado nas dimensões terrestre, costeira e marinha, e know-how em planeamento, desenvolvimento e avaliação de projetos e políticas;

d) Melhorar a capacidade de gestão de processos de decisão no sentido de uma abordagem adaptativa.

 

Saídas profissionais

a) Desempenho de funções nas áreas da gestão de atividades marítimas, da política internacional e da política transfronteiriça em agências de ambiente, agências de planeamento, e agências de política marítima;

b) Investigador  científico.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Helena Maria Gregório Pina Calado

Email: helena.mg.calado@uac.pt

Património, Museologia e Desenvolvimento

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Património Cultural

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se à frequência do curso de mestrado alunos que possuam o seguinte perfil:

a) titulares com o grau de licenciado, ou habilitação legalmente equivalente;

b) detentores de um currículo escolar, científico e profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Adquirir formação académica especializada na área do património e da museologia que habilite para o exercício de atividades profissionais no domínio da pesquisa, da programação, da gestão e da comunicação patrimonial; b) Estar em condições de contribuir para a gestão criativa, participada e solidária dos valores patrimoniais e artísticos; c) Poder ajudar a melhorar a qualidade de vida das populações, e combater fenómenos de pobreza e de exclusão social, numa perspetiva de articulação de políticas culturais, sociais, económicas e educativas; d) Dar um contributo para uma maior valorização de experiências de desenvolvimento inovadoras em contextos insulares.

 

Saídas profissionais

a) Técnico, funcionário e colaborador em museus e  centros de cultura e de artes; b) Quadro superior das autarquias locais, da administração pública regional e das instituições particulares de solidariedade social; c) Gestor e animador de empresas e de empreendimentos turísticos.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Mário Paulo Martins Viana

Email: mario.pm.viana@uac.pt

Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área:

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 30

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de uma licenciatura em Sociologia, Serviço Social, Psicologia, Ciências Policiais, Direito, Geografia, História ou Filosofia, mas também a Medicina, a Enfermagem ou a Genética, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo académico e profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando a capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área específica do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Aprofundar conhecimentos na área das Políticas Sociais e Dinâmicas Regionais, em particular mobilizando os conhecimentos da Sociologia, a que se associam ainda outras áreas do saber.

b) Responder às necessidades e interesses dos alunos, nomeadamente ao contribuir para fomentar diferentes estratégias que os levem a adquirir capacidades de aprendizagem autónoma, quer na busca de soluções de ordem profissional, quer para uma leitura atualizada das novas realidades, tanto nos planos regional e nacional, como internacional.

 

Saídas profissionais

a) Cooperação internacional e agências de desenvolvimento;

b) Quadros e profissionais qualificados em ONG, Associações e Organizações nacionais e internacionais;

c) Quadros e profissionais qualificados das autarquias locais, funcionalismo público e do sector privado;

d) Funcionalismo Europeu e Internacional;

e) Profissionais educativos;

f) Profissionais de planeamento e recursos humanos

g) Investigação científica e participação em projetos de I&D.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Fernando Jorge Afonso Diogo

Email: fernando.ja.diogo@uac.pt

Relações Internacionais: o Espaço Euro-Atlântico

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Ciência Política

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 15

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de uma licenciatura em Estudos Europeus e Política Internacional, em Direito, em Economia, em História, em Sociologia, em Filosofia, em Ciência Política, em Relações Internacionais, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo académico e profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando a capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área específica do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Saber analisar a realidade internacional, no âmbito da Geopolítica e da Geoestratégia bem como no âmbito do relacionamento internacional mais abrangente;

b) Conhecer a realidade transatlântica, bem como o espaço Atlântico e a Europa;

c) Estudar a implementação por parte da União Europeia de uma Política Externa e de Segurança Comum e, também, de uma Política Comum de Segurança e Defesa;

d) Reconhecer a relevância da NATO durante e após a Guerra Fria.

 

Saídas profissionais

a) Desempenho de funções quer a nível do Governo Regional quer a nível do Governo Central, no âmbito das Relações Externas da Região e do Estado Português;

b) Desempenho de funções em instituições Europeias e internacionais;

c) Especialista em relações internacionais em empresas privadas.

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: Luís Manuel Vieira de Andrade

Email: luis.mv.andrade@uac.pt

Sociologia

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Sociologia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 25

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se à frequência do curso de mestrado alunos que possuam o seguinte perfil:

a) titulares de licenciaturas em Sociologia, de áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área de estudos do curso.

Objetivos

a) Adquirir competências no domínio da teoria, da análise de dados e da investigação sociológica; b) Ter uma experiência profissional no contexto da realização de um trabalho de projeto; c) Ter condições para uma melhor inserção no mercado de trabalho, graças à perspetiva transdisciplinar do curso e à sua abertura temática na realização da dissertação e/ou relatório de projeto.

 

Saídas profissionais

a) Sociólogo, na administração pública, no setor público empresarial, em empresas privadas, ou em agências de cooperação internacional e de desenvolvimento; b) Animador sociocultural; c) Publicitário.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Ana Isabel dos Santos Matias Diogo

Email: ana.is.diogo@uac.pt

Tradução e Assessoria Linguística

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Estudos Linguísticos / Estudos de Tradução

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de um 1º ciclo de estudos completo (licenciatura), independentemente da sua área científica;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos.

Os candidatos devem possuir um bom domínio de todas as línguas de trabalho. Prevê-se a aferição das competências linguísticas dos candidatos por meio de uma prova de avaliação prévia (prova escrita e/ou entrevista), havendo lugar a dispensa desta prova mediante análise curricular.

Objetivos

a) Consolidar os conhecimentos no domínio das línguas materna e estrangeira;

b) Desenvolver competências de tradução literária, técnica, científica e pragmática;

c) Ampliar o conhecimento sobre aspetos nucleares da cultura contemporânea;

d) Conhecer os conceitos, os métodos bem como as ferramentas básicas necessárias à atividade de consultoria linguística;

e) Desenvolver métodos de investigação e de pesquisa pessoal.

 

Saídas profissionais

a) Tradutor;

b) Intérprete de conferências;

c) Consultor linguístico;

d) Editor de texto;

e) Revisor de texto.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Maria Leonor Sampaio Silva

Email: maria.ls.silva@uac.pt

Vulcanologia e Riscos Geológicos

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Geologia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 15

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de licenciatura em Geologia, Engenharia Geológica, Geofísica, Engenharia do Ambiente, Biologia/Geologia ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes às mencionadas;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Adquirir conhecimentos e competências em vulcanologia, riscos geológicos, ordenamento do território, proteção civil e planeamento de emergência;

b) Enriquecer, por via do aumento do conhecimento nas matérias do curso, a comunidade onde se está inserido, aos níveis local, regional, nacional e internacional;

c) Ser capaz de contribuir para a promoção da informação e da formação de profissionais e não profissionais, de diferentes faixas etárias, em matérias relacionadas com os riscos geológicos.

 

Saídas profissionais

a) Quadro técnico em entidades públicas ou privadas ligadas à proteção civil, ao ordenamento do território, à avaliação de riscos, à gestão de seguros, ao ambiente, saúde e segurança, à comunicação social e ao turismo de natureza;

b) Investigador científico;

c) Formador de profissionais, em particular de agentes de proteção civil, em entidades promotoras de formação profissional.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Nicolau Maria Berquó de Aguiar Wallenstein

Email: nicolau.mb.wallenstein@uac.pt