Ensino | Mestrados (2º ciclo) - Polo de Angra do Heroísmo


Engenharia Agronómica

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Agronomia

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de licenciado em Ciências Agrárias, Engenharia Agrónoma e áreas consideradas afins;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado.

Objetivos

a) Proporcionar uma visão global e integrada das áreas das produções hortofrutícolas, da produção e conservação de forragens e das tecnologias dos produtos agrícolas;

b) Consolidar os conhecimentos em agroecologia, delineamento experimental, biotecnologia agrícola, ciclos de nutrientes e proteção ambiental, projetos e tecnologias de rega.

 

Saídas profissionais

a) Técnico e gestor em empresas de produção agrícola e de agrocomércio;

b) Técnico e gestor em cooperativas, associações agrícolas e organizações de desenvolvimento rural;

c) Consultor (elaboração, acompanhamento e avaliação de projetos) na área do meio rural;

d) Funcionário da administração pública e de empresas do setor público (centrais, regionais e locais) ligadas ao sector rural e ao ordenamento do território;

e) Formador em entidades promotoras de formação  profissional;

f) Investigador científico.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: João da Silva Madruga

Email: joao.s.madruga@uac.pt

Engenharia e Gestão de Sistemas de Água

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ambiente

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciaturas em Engenharia e Gestão do Ambiente, Engenharia Civil, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Compreender o papel fundamental das zonas húmidas no funcionamento do ciclo hidrológico;

b) Saber avaliar as disponibilidades e necessidades da água tendo em vista a gestão sustentável deste recurso;

c)  Ser capaz de explorar e gerir os recursos hídricos subterrâneos de forma ambientalmente equilibrada;

d) Estar em condições de planear e dimensionar sistemas de abastecimento de água e de drenagem e tratamento de águas residuais bem como intervir no sentido de melhorar a eficiência e a eficácia dos existentes;

e) Saber gerir os sistemas de abastecimento de água e de drenagem e tratamento de águas residuais de forma sustentável implementando sistemas de avaliação de desempenho;

f) Ser capaz de avaliar e gerir o funcionamento dos sistemas de água perante situações hidrológicas extremas com recurso a instrumentos de modelação.

 

Saídas profissionais

a) Técnico e gestor em entidades gestoras de água e de águas residuais;

b) Técnico e gestor em associações sem fins lucrativos (ONG);

c) Consultor (elaboração, acompanhamento e avaliação de projetos) na área da água e das águas residuais;

d) Técnico superior e dirigente da administração pública nas áreas do ambiente, recursos hídricos e ordenamento do território;

e) Formador nas áreas de operação de sistemas de águas e águas residuais em entidades promotoras de formação profissional;

f) Investigador científico.

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: José Carlos Goulart Fontes

Email: jose.cg.fontes@uac.pt

Engenharia Zootécnica

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Produção Animal

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de licenciatura em Ciências Agrárias, Biologia, Enfermagem Veterinária ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Proporcionar formação teórica no que respeita aos instrumentos de análise em engenharia zootécnica e melhorar a capacidade de intervenção prática;

b) Ganhar hábitos de procedimento experimental;

c) Melhorar a capacidade de participação em projetos;

d) Desenvolver uma atitude crítica perante os problemas, que habilite a definir com lucidez os caminhos para as melhores soluções em produção animal.

 

Saídas profissionais

a) Técnico e gestor de produção animal, em empresas de produção animal;

b) Técnico e gestor de cooperativas, associações agrícolas e organizações de desenvolvimento rural;

c) Consultor (elaboração, acompanhamento e avaliação de projetos) na área do meio rural;

d) Funcionário da administração pública e de empresas do setor público (centrais, regionais e locais) ligadas ao sector rural;

e) Formador em entidades promotoras de formação profissional;

f) Investigador científico.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Joaquim Fernando Moreira Silva

Email: joaquim.fm.silva@uac.pt

Gestão e Conservação da Natureza

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ambiente

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 30

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciaturas em Agronomia, Engenharia, Economia, Geografia, Guias da Natureza, Ambiente ou Biologia, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Adquirir conhecimentos fundamentais para o exercício da atividade de gestor do desenvolvimento regional sustentável;

b) Desenvolver uma visão integrada das competências da ecologia, da economia, do planeamento e da tecnologia; o aprofundamento de métodos de trabalho e de tomada de decisão aplicados à resolução de problemas de desenvolvimento regional sustentável;

c) Ser capaz de assumir responsabilidades, adaptar-se a novas situações e fazer a ponte entre a ciência e a realidade territorial.

 

Saídas profissionais

a) Consultor nas áreas do planeamento do território, política agroambiental, desenvolvimento rural, avaliação de impacto ambiental, qualidade do ar e do ambiente sonoro;

b) Gestor de áreas protegidas, de recursos hídricos, de resíduos sólidos, de águas residuais e águas de abastecimento, de sistemas de controlo de poluição e de recursos energéticos;

c) Investigador e avaliador de projetos na área do curso.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Paulo Alexandre Vieira Borges

Email: paulo.av.borges@uac.pt

Tecnologia e Segurança Alimentar

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ciência dos Alimentos

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares de licenciaturas em Ciências dos Alimentos, Ciências Agrárias, Ciências da Nutrição, Biotecnologia, Ciências Biológicas, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo Conselho Científico da UAc como atestando capacidade para a realização do mestrado e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Ser capaz de ter uma intervenção competente no setor agroalimentar;

b) Desenvolver uma visão global e integrada da segurança alimentar ao longo de toda a cadeia de produção que vai do prado ao prato;

c) Providenciar formação profissional específica nas áreas dos produtos hortofrutícolas, dos produtos lácteos, da carne e do pescado, setores de especial importância tanto regional como nacional; d) Ser capaz de aplicar novos conceitos a modos de produção tradicionais;

e) Familiarizar-se com questões emergentes nas áreas da Tecnologia e da Segurança Alimentar, como a dos alimentos transgénicos, a dos produtos com denominação de origem, e a dos alimentos funcionais.

 

Saídas profissionais

a) Desempenho de funções no âmbito da Indústria alimentar, ao nível do processamento de alimentos, da implementação de sistemas de qualidade e segurança alimentar, do controlo de qualidade químico e microbiológico da produção e dos produtos, e da fiscalização de produtos alimentares;

b) Lugar de apoio a funções de gestão, administração e marketing;

c) Assessor, consultor e auditor nas áreas do curso;

d) Investigador em projetos de desenvolvimento de novos produtos alimentares;

e) Formador nas áreas de higiene e segurança alimentar em entidades promotoras de formação profissional.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Célia Costa Gomes Silva

Email: celia.cg.silva@uac.pt