Ensino | Cursos Téc. Sup. Profissionais


Agroindústrias

Ensino: Politécnico

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Indústrias Alimentares

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 32

Registo DGES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se a este curso, os candidatos detentores de uma das seguintes condições:

a) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente e tenham tido aprovação em disciplinas das áreas de Química ou Biologia;

b) tenham obtido aprovação nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, com prova escrita de Química ou Biologia e Geologia;

c) sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, e tenham aprovação em unidades de formação/curriculares das áreas disciplinares de Química ou Biologia;

d) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, ou de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, cujos cursos não integram unidades de formação/curriculares das áreas disciplinares de Química ou Biologia, mediante aprovação na prova de avaliação de capacidade de Química ou Biologia realizada para o efeito.

Objetivos

O curso tem por objetivo formar profissionais com as seguintes capacidades:

a) planear e executar as atividades de processamento, preparação e manipulação de alimentos, assim como, a distribuição e comercialização de produtos;

b) participar no planeamento, implementação e gestão de sistemas de controlo da qualidade e de garantia da segurança;

c) preparar, manter e analisar sistemas de registo, pareceres e relatórios relativos a projetos agroalimentares;

d) atuar em sistemas para a diminuição do impacto ambiental dos processos de produção nas indústrias agroalimentares;

e) criar e gerir a sua própria empresa do sector alimentar;

f) relacionar-se de forma adequada com os clientes, consumidores, colaboradores e superiores hierárquicos.

 

Saídas profissionais

Os Técnicos Superiores Profissionais em Agroindústrias poderão exercer a sua atividade de forma autónoma, sob orientação ou integrados numa equipa, em empresas e entidades do setor agroalimentar, públicas ou privadas, em Portugal ou no estrangeiro.

O seu mercado de trabalho engloba indústrias agroalimentares, empresas de turismo, hotelaria, catering e restauração, empresas de consultadoria nas áreas da qualidade, higiene e segurança alimentar, instituições de certificação, fiscalização e controlo da qualidade de produtos alimentares e das matérias primas agroalimentares, e empresas de embalamento, distribuição e retalho de produtos agroalimentares.

Plano de estudo

Coordenador: Airidas Dapkevicius

Email: airidas.dapkevicius@uac.pt

Desenvolvimento de Aplicações Web

Ensino: Politécnico

Polo: Ponta Delgada

Área: Ciências informáticas

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 27

Registo DGES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se a este curso, os candidatos detentores de uma das seguintes condições:

a) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente e tenham tido aprovação em disciplinas da área de Matemática;

b) tenham obtido aprovação nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, com prova escrita de Matemática;

c) sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, e tenham aprovação em unidades de formação/curriculares da área disciplinar de Matemática;

d) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, ou de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, cujos cursos não integram unidades de formação/curriculares da área disciplinar de Matemática, mediante aprovação na prova de avaliação de capacidade de Matemática realizada para o efeito.

Objetivos

Este curso tem como objetivos:

a) analisar, estruturar e especificar requisitos para o desenvolvimento de soluções;

b) planificar, desenhar e desenvolver sistemas web - do lado do cliente e do lado do servidor;

c) implementar aplicações para plataformas desktop, web e móveis;

d) conceber, implementar e administrar bases de dados e de sistemas de suporte à gestão do sistema de informação;

e) instalar, configurar e explorar aplicações informáticas e ferramentas de apoio ao desenvolvimento;

f) aplicar as ferramentas, tecnologias e metodologias standard de desenvolvimento de aplicações e sistemas web;

g) conhecer e aplicar normas e recomendações internacionais, bem como políticas de segurança, de modo a garantir a integridade e segurança das soluções desenvolvidas;

h) colaborar em equipas de desenvolvimento de aplicações e sistemas web;

i) elaborar documentação técnica para as soluções obtidas.

 

Saídas profissionais

O técnico superior profissional em Desenvolvimento de Aplicações Web é um profissional que, integrado numa equipa:

a) implementa tecnologias informáticas no desenvolvimento de soluções para a web;

b) cria sites e implementa aplicações empresariais com interfaces gráficas;

c) cria acesso a bases de dados para recolha, tratamento e consulta de informação;

d) propõe soluções aplicacionais que recorrem à cloud e/ou a big data;

e) desenvolve aplicações web para computadores com a utilização de serviços web, prevendo mecanismos de segurança, como a autenticação e a autorização e aplicações básicas para dispositivos móveis com Android ou IOS;

f) cria aplicações inseridas na era da Internet das Coisas (IoT). É um profissional que facilmente se integra no departamento informático de instituições públicas ou privadas, em empresas de desenvolvimento de software, de criação de sites, de marketing para a web ou de desenvolvimento de soluções de comércio eletrónico.

Plano de estudo

Coordenador: Hélia Marília Goulart Ferreira Oliveira Guerra

Email: helia.mg.guerra@uac.pt

Recursos e Atividades Marítimas

Ensino: Politécnico

Polo: Horta

Área: Pescas

Duração: 4 semestres (120 ECTS)

Vagas: 20

Registo DGES

Condições de ingresso
Podem candidatar-se a este curso, os candidatos detentores de uma das seguintes condições:
a) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente e tenham tido aprovação em disciplinas da área de Biologia;
b) tenham obtido aprovação nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, com prova escrita de Biologia e Geologia;
c) sejam titulares de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, e tenham aprovação em unidades de formação/curriculares da área disciplinar de Biologia;
d) sejam titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente, ou de um diploma de especialização tecnológica, ou de técnico superior profissional, ou de um grau de ensino superior, cujos cursos não integram unidades de formação/curriculares da área disciplinar de Biologia, mediante aprovação na prova de avaliação de capacidade de Biologia realizada para o efeito.

Objetivos

Planear e coordenar operações marítimo-turísticas em condições de segurança.

Gerir programas de observadores e de amostradores de pescas.

Coordenar programas de manipulação e marcação de seres vivos marinhos minimamente intrusivas.

Gerir processos de manipulação, conservação, transformação e comercialização de produtos do mar, de forma racional e sustentável.

Elaborar planos de manutenção planeada de instrumentos de investigação científica.

Gerir bases de dados de registos de informação ambiental marinha com elaboração de relatórios técnicos e das atividades anuais de empresas marítimo-turísticas.

Criar e gerir empresas no sector marítimo-turístico. 

 

Saídas profissionais

O técnico superior profissional em Recursos e Atividades Marítimas, de forma autónoma ou sob orientação, integrado numa equipa, é competente para criar, gerir, coordenar e/ou realizar atividades marítimas contribuindo para o desenvolvimento sustentável das empresas e da exploração dos oceanos. Os diplomados poderão exercer a sua atividade em empresas e entidades do setor.

Plano de estudo

Coordenador: Mário Rui Rilhó Pinho

Email: mario.rr.pinho@uac.pt