Ensino | Licenciaturas (1º ciclo) - Polo de Angra do Heroísmo


Ciências Farmacêuticas (Preparatórios)

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ciências da Saúde

Duração: 4 semestres (121 ECTS)

Vagas: 15

Acreditação A3ES

Provas de ingresso
02 Biologia e Geologia
07 Física e Química

Colaboração interuniversitária

Ao abrigo do convénio existente entre a Universidade dos Açores e a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto são ministrados na Universidade dos Açores os dois primeiros anos do curso conducente ao grau de mestre em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto. 
Os alunos que concluírem com aproveitamento os dois primeiros anos do curso prosseguem estudos Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, ingressando no 3.º ano do curso.

 

Objetivos

Este curso em Ciências Farmacêuticas destina-se a formar profissionais habilitados a exercer as atividades tradicionalmente associadas à profissão farmacêutica, nomeadamente ao nível da: a) farmácia de oficina; b) farmácia hospitalar; c) indústria farmacêutica (desenvolvimento, fabrico, controlo de qualidade, marketing e assuntos regulamentares); d) distribuição grossista de medicamentos, e) análises clínicas e variadas outras atividades de índole analítica (análises químicas, hidrológicas, bromatológicas, microbiológicas, toxicológicas, etc.); f) ensino e investigação. Em particular, destina-se a formar profissionais devidamente habilitados a exercer com exclusiva competência e responsabilidade as atividades que integram o conteúdo do Ato Farmacêutico (Decreto-Lei n.º 288/2001).

 

Saídas profissionais

O licenciado em Ciências Farmacêuticas fica capacitado para desenvolver a sua atividade profissional nas seguintes áreas: a) atividade farmacêutica (farmácia comunitária, farmácia hospitalar, distribuição farmacêutica, indústria farmacêutica); b) análises clínicas; c) análises microbiológicas; d) análises hidrológicas; e) análises toxicológicas; f) indústria agroalimentar; g) outras com componente químico-biológica.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Maria Teresa Ribeiro Lima

Email: maria.tr.lima@uac.pt

Medicina Veterinária (Preparatórios)

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ciências Veterinárias

Duração: 4 semestres (114 ECTS)

Vagas: 13

Acreditação A3ES

Provas de ingresso
02 Biologia e Geologia
07 Física e Química

Colaboração interuniversitária

Ao abrigo do convénio existente entre a Universidade dos Açores e a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Lisboa, são ministrados na Universidade dos Açores os dois primeiros anos do curso conducente ao grau de mestre em Medicina Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Lisboa. Os alunos que concluírem com aproveitamento os dois primeiros anos do curso prosseguem estudos na Universidade de Lisboa, ingressando no 3.º ano do curso.

 

Objetivos

O Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, tem como objetivos específicos: a) garantir uma formação veterinária adequada, alicerçada na investigação científica, no decurso da qual os estudantes aprendam a zelar pela saúde e bem-estar dos animais, a contribuir para uma produção animal sustentada, competitiva, em respeito pelo meio ambiente, a proteger o Homem das zoonoses e a garantir a qualidade e segurança dos produtos alimentares de origem animal; b) ministrar uma formação de elevado nível, no fim da qual os estudantes demonstrem, entre outras competências, saber aplicar os seus conhecimentos e a sua capacidade de compreensão e de resolução de problemas em contextos alargados e multidisciplinares, na área das Ciências Veterinárias; c) desenvolver aptidões para integrar conhecimentos, lidar, com ética e responsabilidade, com questões complexas, e ser capazes de comunicar os seus raciocínios e as suas conclusões de uma forma clara e objetiva; d) desenvolver competências que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida, de um modo autónomo.

 

Saídas profissionais

O licenciado em Medicina Veterinária fica capacitado para desenvolver a sua atividade profissional nas seguintes áreas: a) clínica de animais de companhia, incluindo os novos animais de companhia; b) clínica das espécies pecuárias; c) sanidade animal; d) produção e nutrição animal; e) inspeção sanitária de alimentos; f) tecnologia dos produtos de origem animal; g) saúde pública veterinária; h) investigação científica.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: João Vasco Ávila Sousa Barcelos

Email: joao.va.barcelos@uac.pt

 


Ciências Agrárias

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ciências Agrárias

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Provas de ingresso
Um dos seguintes conjuntos:
02 Biologia e Geologia
     ou
02 Biologia e Geologia
07 Física e Química
     ou
02 Biologia e Geologia
16 Matemática

Objetivos

A licenciatura em Ciências Agrárias (ramos Zootecnia e Agronomia) tem como objetivos: a) formar profissionais com sólidos conhecimentos e competências, habilitados para corresponderem às exigências do mercado de trabalho regional, nacional e internacional nas áreas da produção primária e transformação, serviços públicos, setores associativo/cooperativo, bem como em extensão e vulgarização rural; b) oferecer uma abordagem multidisciplinar que conjuga formação científica e técnica de base relevante para o perfil pretendido com uma componente prática que aproxime os alunos da realidade que encontrarão na sua vida profissional futura.

 

Saídas profissionais

O licenciado em Ciências Agrárias fica capacitado para desenvolver a sua atividade profissional nas seguintes áreas: a) zootecnia; b) agronomia; c) explorações agropecuárias; d) indústrias agroalimentares; e) biotecnologia; f) serviços públicos; g) setor associativo e cooperativo; h) extensão e vulgarização; i) gestão técnico-económica e crédito agrícola; j) investigação e experimentação.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Carlos Fernando Mimoso Vouzela

Email: carlos.fm.vouzela@uac.pt

Enfermagem - AH

Ensino: Politécnico

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Enfermagem

Duração: 8 semestres (240 ECTS)

Vagas: 40

Acreditação A3ES

Provas de ingresso
Um dos seguintes conjuntos:
02 Biologia e Geologia
     ou
02 Biologia e Geologia
06 Filosofia
     ou
02 Biologia e Geologia
17 Mat. Apl. Ciências Soc.
     ou
02 Biologia e Geologia
18 Português

Objetivos

São objetivos deste curso: a) analisar a problemática saúde/doença a nível nacional; b) participar como enfermeiro e cidadão na elaboração de propostas de intervenção nas problemáticas de saúde/doença; c) desenvolver atividades de educação para a saúde; d) identificar as alterações fisiopsicopatológicas no Homem de modo a fundamentar a prestação de cuidados; e) analisar as situações únicas de cada indivíduo/família na dualidade saúde/doença e a intervenção de enfermagem; f) aplicar medidas de prevenção primária, secundária e terciária, utilizando os recursos da equipa, coordenando-os com outros, extra, intra e interinstitucionais; g) dinamizar métodos de gestão institucionais, de trabalho em equipa e de intervenção pessoal/familiar consentâneos com a orientação em enfermagem; h) desenvolver capacidades a nível da produção/consumo de investigação na área da prestação de cuidados de enfermagem.

 

Saídas profissionais

De acordo com o Regulamento do Exercício Profissional dos Enfermeiros, o referido exercício profissional insere-se num contexto de atuação multiprofissional, tendo como objetivos fundamentais a promoção de saúde, a prevenção da doença, o tratamento, a reabilitação e a reinserção social das pessoas ao longo do ciclo vital. Conforme salienta o referido Regulamento, o exercício da atividade de enfermagem, além da prática clínica, considera as áreas de gestão, investigação, docência, formação e assessoria. Desde modo, os licenciados em enfermagem, portadores da cédula profissional, podem exercer a sua profissão: a) em qualquer instituição prestadora de cuidados de saúde, pública ou privada; b) em contexto hospitalar ou em centros de saúde; c) escolas; d) empresas com serviços de medicina no trabalho; e) IPSS; f) centros de cuidados continuados e paliativos; g) clínicas médicas/consultórios; h) lares de idosos; i) residências assistidas; j) cuidados em situação de emergência e extra-hospitalar; k) entre outras, como trabalhador independente ou por conta de outrem.

A qualificação é reconhecida pela Ordem dos Enfermeiros e o título profissional de Enfermeiro requer inscrição na referida Ordem.

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: Rosa Maria Carvalhal Silva

Email: rosa.mc.silva@uac.pt

Natureza e Património

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ambiente Natural e Humano

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Acreditação A3ES

Provas de ingresso
Uma das seguintes provas:
02 Biologia e Geologia
09 Geografia
11 História

Objetivos

O curso de Guias da Natureza promove uma formação pluridisciplinar, especialmente em ecologia, ambiente, línguas, história, economia, biologia, entre outras. Os objetivos do curso são: a) qualificar os alunos para funções nas áreas do Turismo, mais especificamente no turismo de natureza; b) dotar os alunos de competências no domínio do turismo ambiental a fim de trabalharem em empresas de turismo, hotéis, entidades governamentais ou até mesmo criarem a sua própria empresa..

 

Saídas profissionais

O licenciado em Guias da Natureza fica capacitado para desenvolver a sua atividade profissional nas seguintes áreas: a) ecoturismo; b) monitorização Ambiental; c) animação de grupos; d) logística de excursões; e) conservação da natureza; f) vigilância de áreas ambientais.

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: João Pedro da Silva Ramos Barreiros

Email: joao.ps.barreiros@uac.pt