Ensino | Doutoramentos (3º ciclo)


Biologia

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Biologia

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 5

Candidaturas: Abertas no Portal Público de Serviços da UAc.

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre ou equivalente legal, cujo currículo revele uma formação de base adequada à realização deste ciclo de estudos;

b) titulares do grau de licenciado detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da UAc;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da UAc.

Objetivos

a) Adquirir conhecimento avançado em vários domínios da Biologia;

b) Desenvolver a capacidade de conceber e executar projetos de investigação, na perspetiva fundamental e aplicada;

c) Aperfeiçoar as competências na interpretação da informação científica, no domínio da Biologia;

d) Desenvolver capacidades de interação no âmbito de equipas de investigação interdisciplinares, visando a identificação e formulação, em equipa, de problemas científicos relevantes;

e) Desenvolver a aptidão para realizar investigação original de qualidade internacional, no domínio da Biologia;

f) Alargar as fronteiras do conhecimento em Biologia e do seu cruzamento com outros domínios de saber, dentro e fora das ciências naturais e/ou exatas, promovendo, assim, o progresso científico, tecnológico e social.

 

Saídas profissionais

a) Docente no ensino superior;

b) Investigador científico;

c) Consultor.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Maria Manuela Medeiros Lima

Email: maria.mm.lima@uac.pt

Ciências Agrárias

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Ciências Agrárias

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Candidaturas: Abertas no Portal Público de Serviços da UAc.

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre em Ciências Agrárias ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) titulares de licenciaturas em Ciências Agrárias ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes, que sejam detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos e demonstre larga experiência na área de estudos em causa;

c) Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do doutoramento e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Dominar uma ou várias especialidades das Ciências Agrárias;

b) Ser capaz de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas; 

c) Ser proficiente na comunicação das conclusões e conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes, de forma clara e sem ambiguidades;

d) Promover, em contexto académico e/ou profissional, o progresso tecnológico, social ou cultural.

 

Saídas profissionais

a) Docente no ensino superior;

b) Investigador na área das Ciências Agrárias;

c) Gestor na área das Ciências Agrárias.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Alfredo Emílio Silveira de Borba

Email: alfredo.es.borba@uac.pt

Ciências do Mar

Ensino: Universitário

Polo: Horta

Área: Ciências do Mar

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Candidaturas: Abertas no Portal Público de Serviços da UAc.

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre em Biologia Marinha, Biologia, Ciências do Mar, Estudos Integrados dos Oceanos, Recursos Biológicos Aquáticos ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) titulares de licenciaturas em Biologia, Biologia Marinha, Ciências do Mar, Ciências do Meio Aquático ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes, que sejam detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do curso;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do doutoramento e demonstre larga experiência na área de estudos do curso.

Objetivos

a) Aprofundar as competências científicas necessárias para o desenvolvimento de trabalho em ID&I, num contexto multidisciplinar;

b) Aperfeiçoar as capacidades de comunicação e divulgação científica para públicos gerais e diferenciados;

c) Aplicar e aperfeiçoar as ferramentas existentes para estudos de avaliação ambiental, ecológica e de recursos vivos marinhos;

d) Adquirir conhecimentos sobre novas tendências e tecnologias (biotecnologias) associadas à economia azul (oceano e mar profundo);

e) Prospetar e investigar novos recursos marinhos que possam ter interesse económico;

f) Contribuir para a conservação dos oceanos, através do estabelecimento de áreas marinhas protegidas e de outras formas de gestão sustentável dos recursos marinhos.

 

Saídas profissionais

a) Docente no ensino superior;

b) Investigador científico;

c) Consultor na área da tecnologia azul (incluindo a Biotecnologia).

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: João Alberto Gil Pereira

Email: joao.ag.pereira@uac.pt

Ciências Económicas e Empresariais

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Economia ou Gestão

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Candidaturas: Abertas no Portal Público de Serviços da UAc.

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre em Economia, Gestão ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) titulares de licenciaturas em Economia, Gestão ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes, que sejam detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos e demonstre larga experiência na área de estudos em causa;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do doutoramento e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Objetivos

a) Desenvolver capacidades para a realização de trabalho de investigação de forma independente;

b) Melhorar as competências de utilização de metodologias de análise qualitativas e quantitativas;

c) Adquirir capacidade de integração e sistematização de conhecimentos, dentro de uma atitude de rigor.

 

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: João Pedro Almeida Couto

Email: joao.pa.couto@uac.pt

Geologia

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: Geologia

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 20

Candidaturas: Abertas no Portal Público de Serviços da UAc.

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre em Geologia, Geofísica, Vulcanologia, Sismologia, Hidrogeologia, Ambiente ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) titulares de licenciaturas em Geologia, Geofísica, Engenharia Geológica, Ciências Ambientais ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes, que sejam detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do curso e demonstre larga experiência na área de estudos em causa;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do doutoramento e demonstre larga experiência na área de estudos do curso.

Objetivos

a) Adquirir capacidade para a conceção e implementação de projetos de investigação no âmbito da Geologia;

b) Ser capaz de integrar conhecimentos aplicados à resolução de problemas geológicos em situações novas e não familiares;

c) Conseguir lidar com questões complexas e desenvolver soluções em situações de informação limitada;

d) Saber comunicar os conhecimentos e raciocínios de forma clara, em contextos de referência nacional e internacional;

e) Dominar os mecanismos que permitem uma aprendizagem auto-orientada e autónoma.

 

Saídas profissionais

a) Especialista, consultor ou investigador científico, no espaço nacional ou internacional, nas áreas dos riscos geológicos, cartografia geológica e geoambiental, planeamento e gestão territorial, recursos geológicos, hidrogeologia,  património geológico e ambiente.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: José Virgílio de Matos Figueira Cruz

Email: jose.vm.cruz@uac.pt

Gestão Interdisciplinar da Paisagem

Ensino: Universitário

Polo: Angra do Heroísmo

Área: Geografia; Ciências Económicas e Sociais; Biologia; Ciências Agrárias

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 12

Candidaturas:

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre em Agronomia, Economia, Biologia, Ambiente, Geografia, Engenharia, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes;

b) titulares de licenciaturas com 240 ECTS, ou mais, em Agronomia, Economia, Biologia, Ambiente, Geografia, Engenharia, ou áreas afins, ou de habilitações legalmente equivalentes, que sejam detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos e demonstre larga experiência na área de estudos em causa;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido pelo conselho científico como atestando capacidade para a realização do doutoramento e demonstre larga experiência na área do ciclo de estudos.

Colaboração interuniversitária

Em cooperação com a Universidade de Lisboa e a Universidade de Évora.

 

Objetivos

a) Conhecer as metodologias e adquirir as capacidades para fundamentar cientificamente a conceção e a avaliação de políticas públicas e instrumentos de gestão que contribuam para a satisfação das crescentes exigências da sociedade em múltiplos bens e serviços (recreio, biodiversidade, água, sequestro de carbono, bioenergias) provenientes do uso e da ocupação do solo;

b) Desenvolver competências interdisciplinares em vários campos científicos (economia, a sociologia, a geografia, a ciência política e a ética), tal como exigido pelos trade-offs e complementaridades entre os bens e serviços antes referidos;

 c) Contribuir para o desenvolvimento de soluções integradoras em áreas interdisciplinares, como a da ecologia da paisagem, a biologia da conservação, a economia ecológica.

 

Saídas profissionais

a) Avaliador de bens e serviços suportados pela paisagem, tais como biodiversidade, caça, qualidade ambiental, recreio, sequestro de carbono;

b) Consultor na área da política para o uso do solo, tais como ordenamento, regulamentação, impostos e subsídios, criação de mercados ou novos regimes de direitos de propriedade;

c) Consultor em análise multicritério, modelação de sistemas ecológico-económicos, abordagens participativas.

Regulamento e Plano de Estudos

Diretor: Paulo Alexandre Vieira Borges

Email: paulo.av.borges@uac.pt

História Insular e Atlântica (séculos XV-XX)

Ensino: Universitário

Polo: Ponta Delgada

Área: História

Duração: 6 semestres (180 ECTS)

Vagas: 10

Candidaturas:

Acreditação A3ES

Condições de ingresso

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

a) titulares do grau de mestre ou equivalente legal;

b) titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos;

c) detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico legal e estatutariamente competente da universidade onde pretendem ser admitidos.

Objetivos

a) Dominar as tipologias de fontes afetas à história insular e atlântica e capacidade de as explorar e aplicar em múltiplos sectores;

b) Atualizar conhecimentos através de bibliografia da especialidade;

c) Aplicar novas tecnologias nos processos de pesquisa e de divulgação do saber acumulado, em prol de uma comunicação científica eficaz para vários tipos de público;

d) Dominar metodologias de análise critica, promotoras de inovações cognitivas

e) espírito de iniciativa, que garanta a aptidão a responder de forma proativa a novos problemas;

f) Adquirir maturidade científica para integrar equipas e grupos de trabalho de âmbito internacional;

g) Adquirir maleabilidade para analisar problemas específicos apresentados em estudos de caso e em investigações de carácter geral, definindo estratégias de abordagem diferenciada e adequadas a cada problema.

 

Regulamento e Plano de Estudos

Retificações D.R.

   Retificação 1

Diretor: Susana Paula Franco Serpa Silva

Email: susana.pf.silva@uac.pt